• Daniel Santa Cruz

Guia para terceirização de RH

Um guia prático com os três passos fundamentais para a terceirização de RH na sua empresa.

São várias as atividades do departamento de RH. Elas demandam tempo, profissionais capacitados e altos investimentos da empresa. O desafio é grande, e por isso muitas organizações apostam na terceirização de RH para trazer eficiência, qualidade e melhores resultados para a área.

Veja em nosso artigo um guia prático com três passos essenciais para realizar a terceirização de RH. Acompanhe!

PASSO 1: FAÇA UM MAPEAMENTO DAS ATIVIDADES DA ÁREA

O primeiro passo importante para implementar a terceirização de RH é elencar as atividades que o departamento executa, compreendendo quais são as prioridades e aquelas de maior importância para a organização. No mapeamento, divida também as tarefas entre burocráticas (tais como folha de pagamento, cálculo de encargos trabalhistas, controle de ponto etc.) e estratégicas (capacitação, planos de carreira, engajamento da equipe etc).

Então, avalie e seja criterioso no momento de definir o que será terceirizado. Geralmente, as organizações optam por manter as atividades estratégicas com a equipe própria e contratar fornecedores para as responsabilidades mais burocráticas. No entanto, isto não é uma regra. Existem hoje no mercado empresas com as mais diversas especializações, altamente qualificadas para apoiarem os RHs nos seus inúmeros desafios.

PASSO 2: BUSQUE OS PARCEIROS CERTOS

Com esta definição em mãos, é hora de efetivar a terceirização de RH da sua empresa:  comece pesquisando pelos fornecedores.

Atente-se para que os parceiros estejam em plena regularidade jurídica e ética. Se possível, procure estender as diretrizes de seu programa de compliance aos fornecedores. Uma empresa com problemas trabalhistas, com histórico de atividades ou posicionamentos públicos antiéticos e até mesmo com avaliações negativas nas mídias sociais, pode manchar a reputação da sua organização.

Para fazer a melhor escolha, saiba há quanto tempo a empresa existe no mercado, quantos e quais foram/são seus clientes e quantos deles se fidelizaram. Entenda claramente quais serviços estão incorporados à proposta, avaliando o custo-benefício da oferta. Por fim, tenha um interlocutor confiável dentro da possível contratada e exija saber desde o início das negociações quem serão os responsáveis pelos serviços prestados para a sua empresa.

Outro ponto importante sobre a terceirização de RH é que hoje existem muitas startups voltadas para esta área, com modelos de negócios, produtos e serviços inovadores. Elas vêm apoiando as rotinas de RH de empresas de diferentes portes e segmentos. Apenas no Brasil, já existem cerca de 122 startups focados nestes setor. Assim, também vale buscar entender melhor o trabalho que estas empresas estão desenvolvendo.

PASSO 3: NÃO FIQUE ESTAGNADO

Mesmo que o processo da terceirização de RH já esteja em andamento, é importante não estagnar. Isto é: avalie constantemente a qualidade dos serviços prestados; faça as contas dos investimentos feitos, evitando pagar preços abusivos em uma contratação; e mantenha-se aberto para conhecer as propostas de novos fornecedores.

Este guia de terceirização de RH foi útil para você? Deixe sua opinião no campo de comentários.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO BLOG

Como gerar mais resultados em uma equipe de RH reduzida?

5 problemas que uma marca enfrenta para contratar funcionários

Como criar lideranças inspiradoras?

Compartilhe isso:

  1. Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)

  2. Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)

  3. Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)

  4. Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)

#terceirizaçãodeatividadedoRH #terceirizaçãodeRH

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por Santo Caos.