• Daniel Santa Cruz

Como não perder a cultura da empresa durante uma fusão?

A fusão de duas companhias é uma operação bastante desafiadora e um dos maiores obstáculos é manter a cultura da empresa durante a fusão.

Segundo o estudo  Cracking the code of change, apresentado nos anos 2000, dois em cada três processos de fusão de empresas não alcançam o seu objetivo. Em 78% dos casos, isso acontece porque os funcionários de ambos os lados são resistentes às mudanças e adequações que precisam ser feitas em suas rotinas.

Estes são alguns dos desafios que operações como estas apresentam às organizações. Outro grande obstáculo enfrentado pelas empresas é conseguir manter a cultura durante uma fusão. Sobre este assunto, trouxemos algumas dicas neste artigo. Acompanhe!

1. Defina qual cultura prevalecerá.

Um passo importante quando se pensa na cultura durante uma fusão de empresas é definir qual cultura será adotada nesta nova etapa da companhia. Normalmente, a cultura que prevalece é a da empresa que fez a compra da outra e mantém a marca ativa. Uma vez estabelecido isso, é fundamental cuidar da integração dos colaboradores que estão sendo inseridos na nova cultura. Está é uma medida crucial para as empresas que querem assegurar a retenção dos funcionários.

2. Entenda como os seus colaboradores receberam essa fusão.

Para que a cultura durante uma fusão seja preservada e vivenciada, é importante entender se os colaboradores que estão sendo inseridos em um novo modelo se identificam com as novas diretrizes e regras que a empresa passará a seguir.

Para isso, a ação fundamental é ouvir cada um dos funcionários e oferecer apoio especial àqueles que enfrentam maiores dificuldades, avaliando se esta adaptação será possível. Também é fundamental ter clareza sobre o perfil de profissional que a organização deseja ter em seu quadro de funcionários após o processo de fusão. 3. Fortaleça a comunicação interna.

Para apoiar a integração dos funcionários em uma nova cultura durante uma fusão, é importante comunicar-se com transparência e assertividade, deixando claro os fundamentos da nova cultura e como eles serão aplicados no dia a dia das áreas; em quais momentos estas mudanças poderão ser sentidas mais fortemente; como serão os novos fluxos de trabalho etc. A comunicação interna é uma grande aliada em um processo de fusão.

4. Aposte na imersão para novos funcionários.

Outro ponto crucial durante uma fusão é cuidar do acolhimento dos funcionários que estão chegando, vindos da outra organização. Superficialmente, este processo pode parecer similar ao de uma integração de novos funcionários, porém, tem suas particularidades. Ser integrado a uma cultura durante uma fusão é uma operação complexa, que exige máximo planejamento e zelo. 5. Mapeie os 3 níveis da cultura organizacional.

Segundo o professor Edgar Schein, a cultura organizacional de uma empresa possui três níveis. São eles: artefatos; normas e valores; e pressupostos. Ter clareza sobre como se manifestam estes três níveis dentro da companhia certamente contribuirá para manter fortalecida a cultura durante a fusão.

Sua empresa passou por um processo como este? Foi possível preservar a cultura durante a fusão?

VEJA TAMBÉM EM NOSSO BLOG

Retenção de talentos: 05 maiores erros das empresas

5 ideias para melhorar seu plano de RH

4 dicas para melhorar a qualidade de vida dos funcionários

Como mensurar a felicidade dos meus funcionários?

Compartilhe isso:

  1. Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)

  2. Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)

  3. Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)

  4. Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)

0 visualização

©2020 por Santo Caos.