• Daniel Santa Cruz

Como mensurar a felicidade dos meus funcionários?

Mensurar a felicidade dos funcionários também é um tema de interesse empresarial: ela pode ser um termômetro para medir o sucesso de uma organização.

A felicidade: eis um tema realmente complexo! O conceito de felicidade é difícil de ser entendido e explicado, mas tem sido cada dia mais explorado dentro do mundo corporativo. Os gestores começaram a perceber que o nível de felicidade dos funcionários está intrinsecamente relacionado aos índices de engajamento, motivação e produtividade dentro das empresas. Daí vem a importância de medi-la.

Mesmo que ela pareça um elemento abstrato, temos algumas pistas para orientar o processo de mensuração da felicidade dos funcionários. Acompanhe:

1. Uso de aplicativos

Como já dissemos anteriormente, a felicidade é um sentimento humano subjetivo e cada um possui uma maneira de senti-la. Por isso parece ser tão difícil mensurá-la. Mas a tecnologia tem trabalhando em prol disso e já existem no mercado aplicativos que permitem ao funcionário avisar a empresa como está ele se sentindo diariamente. Se utilizadas de maneira adequada e assertiva, estas podem ser ótimas ferramentas para auxiliar gestores e equipes de RH a mensurar a felicidade dos funcionários e desenvolver estratégias para eliminar sentimentos negativos que possam estar comprometendo o bem-estar e desempenho dos colaboradores.

2. A observação é uma grande aliada

Ao chegar em um lugar desconhecido, com pessoas desconhecidas, nossa ação mais instintiva é mapear o clima. Rapidamente percebemos se as pessoas estão em conversas tensas ou corriqueiras; se possuem intimidade umas com as outras ou se estão se comportando formalmente etc. Este reconhecimento, normalmente, é muito rápido e eficiente.

Este mesmo “método” pode ser utilizado dentro das empresas. O exercício é simples: basta se afastar das equipes por um momento e observá-las como se fosse a primeira vez. Muitos aspectos que estavam “invisíveis”, por causa das percepções já viciadas sobre a organização, podem vir à tona.

Mensurar a felicidade dos funcionários exige uma observação profunda e constante do grupo. Cada organização tem características próprias, mas quase sempre sorrisos, elogios e leveza no ambiente de trabalho vêm de colaboradores felizes e engajados.

3. O tema precisa estar na agenda dos gestores

Para algumas culturas orientais, a felicidade pode ser encontrada na comunhão social e na sensação de dever cumprido. Para muitos povos ocidentais, ela está na liberdade e na autorrealização. Mesmo com suas particularidades, é certo que para boa parte das culturas humanas o trabalho é considerado uma importante fonte de felicidade. Por isso, o tema é tão relevante e merece ser pauta constante nos debates entre os líderes das empresas. Refletir sobre este assunto é um passo fundamental para conseguir mensurar a felicidade dos funcionários.

O bem-estar de cada colaborador está diretamente relacionado à sua motivação para superar os desafios e ao seu alto engajamento com os propósitos da empresa. Cada vez mais as organizações, seus gestores e profissionais de RH estão entendendo o quanto funcionários felizes são mais produtivos e podem contribuir para que as companhias alcancem melhores resultados.

Gostou de nosso artigo sobre mensurar a felicidade dos funcionários? Deixe sua opinião no campo de comentários.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO BLOG

Como medir o engajamento dos funcionários?

4 ideias para aumentar o engajamento de funcionários

Como criar lideranças inspiradoras?

Compartilhe isso:

  1. Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)

  2. Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)

  3. Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)

  4. Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)

1 visualização

©2020 por Santo Caos.