• Daniel Santa Cruz

Como estabelecer um hábito de escuta na sua empresa

Aqui no blog temos compartilhado dicas de como manter o engajamento do time mesmo em momentos de crise e distanciamento social. Nesse texto falamos um pouco sobre como o hábito de escuta é essencial para um processo de comunicação efetivo. Neste, destacamos que escutar e acolher deve fazer parte dos hábitos de gestão, especialmente à distância, mas independente disso também.

O fato é que, justamente por fazer parte das relações, a escuta costuma ser vista como algo natural e que não requer um “processo” a ser implementado. Muitas empresas pecam neste quesito porque deixam de vê-la num sentido mais amplo: estar disponível, ouvir verdadeiramente, compreender e auxiliar.

Escutar é diferente de ouvir

Quando falamos em “hábito de escuta” nos referimos a criar canais e momentos destinados unicamente a este fim. Oferecer um espaço em que as pessoas possam se expressar livremente, trocar experiências, angústias e aprendizados, recebendo a devida atenção. Uma oportunidade de praticar a “atenção plena”, que se refere à prática de conectar-se com o momento e dedicar atenção de forma aberta, curiosa e empática. 

Como começar?

Disponibilizar canais para os colaboradores opinarem e tirarem dúvidas é o primeiro passo para que ele se sinta ouvido. Muitas empresas consideram que têm uma comunicação interna eficiente, esquecendo que é a resposta do público que mede o quanto que ela está sendo efetiva.

Os canais para isso podem ir desde a velha caixinha de sugestões, até aplicativos, e-mail, chatbot que auxilie com informações gerais, dentre outros. O importante é estar disponível e sempre dar um retorno.

Para ir além

Ter um canal de feedback e sugestões é o passo básico. O hábito de escuta precisa ir além. Mais que tirar dúvidas, ele tem o objetivo de humanizar as relações, estimular o diálogo e criar conexões. Por isso, estabelecer um momento de conversa sobre determinado tema pode ser uma forma de criar aos poucos este hábito.

Além de compartilhar experiências e aprendizados, esta pode ser uma oportunidade para encontrar soluções para problemas que existem na empresa. Escutar a visão dos principais envolvidos é fundamental para revisar processos, descobrir novas formas de atuação e conhecer outras perspectivas.

Senso de equipe fortalecido

Quando ouvimos o outro temos a possibilidade de entender seu ponto de vista, suas dificuldades e talentos. Isso faz com que a equipe se admire e encontre afinidades, contribuindo para o ambiente de trabalho, o engajamento e até a saúde mental das pessoas.

Aqui na Santo Caos nós estabelecemos uma roda de escuta que envolve toda a equipe, inicialmente mensal e presencial. Com a pandemia, a rotina se tornou quinzenal e, claro, à distância. A cada encontro temos um tema definido, sobre o qual podemos opinar livremente, apontar melhorias e dificuldades. Este se revelou um momento que nos aproxima e possibilita que todos saibam um pouco da vida e da visão dos outros, algo super saudável para o trabalho em equipe. Ouvir a equipe também foi fundamental para algumas reinvenções na empresa, já que, juntos, pudemos pensar em novas e soluções exigidas pelo contexto. A empresa ganhou com inovação e os colaboradores ganharam por sentirem que estão contribuindo para a prosperidade no negócio.

Deu para perceber que os ganhos são muitos. Que tal criar estes momentos na sua empresa? Se precisar, pode contar com a gente!

Compartilhe isso:

  1. Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)

  2. Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)

  3. Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)

  4. Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por Santo Caos.